Óculos de perto e leitura: qual comprar?

onde comprar oculos de leitura

A maioria das pessoas, ao chegar na faixa dos 40 anos, tende a apresentar os primeiros sinais de vista cansada. Ocorre nestes casos dificuldade para visualizar letras e imagens pequenas, necessidade de mais luz para ler, dentre outros sintomas. A solução é passar a usar óculos de perto e leitura. Não obstante, cabe salientar que jovens com a visão perfeita também podem necessitar de óculos de leitura.

O problema é que isto também gera muitas dúvidas. Afinal, qual produto comprar? Neste artigo apontaremos as diferenças que podem haver entre os tipos de óculos e como fazer a sua escolha com segurança. É importante ressaltar antes de tudo que a necessidade de corrigir a visão de curta distância pode ter causas diversas. Este e muitos outros fatores serão explicados em detalhes a seguir. Confira!

Oque é Óculos de leitura?

Geralmente quando falamos em óculos de leitura estamos nos referindo a uma solução para quem nunca precisou de correção. A pessoa o usa apenas para ler ou trabalhar em frente a computadores. Estes óculos também são conhecidos como de descanso. Ou seja, permitir que os olhos se foquem em impressos e telas que se encontram próximos dos olhos. Ele também pode ser necessário para os jovens que trabalham por muito tempo no computador.

Já na porção inferior vai estar a parte que serve para a correção de perto. Sendo assim, quando a pessoa tem apenas dificuldade nesta distância, ela pode usar os óculos de leitura normais. Se ela apresenta algum grau, pode usar modelos para perto e longe alternadamente, ou investir em lentes multifocais – o ideal.

Quanto custa um óculos de leitura?

COMO FUNCIONA OCULOS DE LEITURA DESCANSO

Quando comprar óculos de perto: vista cansada

A presbiopia, popularmente conhecida como vista cansada, é uma condição que tende a afetar homens e mulheres a partir dos 40 anos. Estima-se que mais de 90% dos brasileiros nesta faixa etária apresentam a condição. Fisiologicamente ocorre o enrijecimento do cristalino do olho, que não consegue se modelar para gerar o foco.

Os óculos para perto no caso de quem já possui hipermetropia, astigmatismo e miopia devem possuir as lentes multifocais. A parte superior dela vai dar conta de corrigir a visão de objetos distantes.

Recomenda-se, portanto, o uso dos óculos para perto, especialmente em quem não possui nenhuma outra graduação nos olhos. Ele também pode ser necessário para os jovens que trabalham por muito tempo no computador. Isto ocorre porque a curta distância e o tempo de exposição geram sintomas análogos aos da síndrome de vista cansada.

Para quem possui quadro de miopia, astigmatismo e hipermetropia é mais recomendável a lente multifocal. No próximo tópico vamos tratar dos óculos ideais para quem possui grau.

Como funciona o óculos de perto?

A presbiopia, como vimos, piora a vista de perto e é um reflexo natural da idade. Existe, no entanto, um inconveniente para quem já possui algum grau na vista. Os óculos de perto e leitura só funcionam em curta distância – entre 30 e 40 centímetros. Em razão disto, embaça a vista de longe.

Em usuários que não possuem nenhuma condição, basta tirar os óculos para ver à distância. Quem possui grau, por outro lado, depende de carregar mais de um óculos. Por isto a solução ideal é investir nas lentes multifocais.

Elas apresentam dois focos principais, dando conforto para que os usuários enxerguem em diferentes distâncias. O grau neste produto vai aumentando progressivamente. Isto vai facilitar até mesmo a visão intermediária. O efeito geral é mais confortável e prático, já que não demanda que os óculos sejam removidos ou que passem por substituição.

SUAS LENTES TEM PROTECAO DIGITAL BLUE LIGHT

Como funciona as lentes multifocais?

Como a parte inferior da lente tem o grau para perto, basta colocar o objeto abaixo da linha dos olhos. Ou seja, na posição comum de leitura é que o usuário ganha foco. Já para enxergar coisas à média e longa distância a cabeça fica na posição habitual.

A diferença é o posicionamento do queixo. Um pouco abaixado, para que os olhos foquem a parte superior da lente, no caso de focar à distância. Seguindo a mesma lógica, basta a cabeça reta e com o olhar no horizonte para focar a visão intermediária. Em resumo, abaixando e levantando o queixo encontra-se o foco desejado.

É importante ressaltar que é preciso um tempo para se acostumar a este funcionamento. A maioria das pessoas experimenta sensação de leveza ou chão muito próximo, tontura e até mesmo náuseas. Estes fenômenos ocorrem em razão da distorção de imagens provocada pelos diferentes graus da lente.

Conclusão

Antes de procurar por óculos de perto e leitura o mais importante é consultar o optometrista ou oftalmologista. A análise da sua atividade diária e de outras condições presentes na sua vista vai orientar qual comprar. O especialista, inclusive, vai apontar de forma clara o que é mais adequado para o seu caso.

Você está em busca da armação ideal para os seus óculos? Então não deixe de visitar o nosso site para conferir todos os produtos que oferecemos. Conheça os clientes satisfeito da Ótica Isabela Dias!

Óculos de perto e leitura: qual comprar?
1 (20%) 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *